PUBLICAÇÕES

Sem Título-1.jpg
satatata.jpg

Há pouco mais de 200 anos, veio à luz uma das mais paradigmáticas histórias de ficção científica e terror da história: “Frankenstein, ou o Prometeu Moderno” de Mary Shelley. Em homenagem a essa data, propus ao meu amigo Alex Mir, juntarmos um grupo de talentosos quadrinistas e apaixonados por histórias espetaculares para produzirem versões inéditas inspiradas tanto no livro, quanto na biografia da autora.
Assim nasceu “FRANKENSTEIN 200”: seis histórias completas e diversas em sua estrutura e estética, com a finalidade de homenagear a autora e a obra. A minha versão foi desenhada pela artista plástica, ilustradora e tatuadora psicotikka, o prefácio do livro é de um dos maiores especialistas em terror no Brasil, Carlos Primati e o livro foi publicado em parceria com a editora Clepsidra.

HQ lançada em 2018, junto ao selo do coletivo Escape HQ, desenhada pelo genial André Oide e com posfácio do professor de filosofia Pablo Fabiano Barbosa Carneiro. A história nasceu do meu fascínio sobre Madre Teresa de Calcutá, considerada uma santa moderna, uma figura totalmente altruísta e bondosa. Isso me fez pesquisar a sua biografia e descobrir outras versões. A ideia final foi criar uma história que não fosse nem virulenta e nem elogiosa, mas que mostrasse a complexidade dessa figura histórica. Para isso, criei o personagem Bernard Night, jornalista especializado em encontrar os podres dos vencedores do Nobel da Paz e, através dos olhos cínicos e desconfiados dele, vamos desvendando alguns dos mistérios dessa mulher que se autodenominou uma "santa da escuridão".

capanga1-d4009a4eec25f992e01503449589920
veludo_dos_9_infernos_parte21-b368eaa034

Minha primeira HQ, desenhada pelo meu grande amigo e compadre Ton Albuquerque e lançada em 2016. O "Capanga!" surgiu das nossas conversas sobre como seria uma história em quadrinhos de super-heróis contada do ponto de vista de um reles capanga. Fizemos tudo de modo independente e na raça, foi um verdadeiro aprendizado e o álbum carrega alguns defeitos de principiante, tanto no roteiro quanto problemas de revisão, desenhos, arte-final, etc. Entretanto tivemos um retorno muito legal dos leitores, algumas críticas construtivas, muitos elogios e tem gente que até hoje pede uma continuação. Quem sabe um dia...

Alguns projetos nos escolhem e foi assim com a sequência de "Veludo dos Nove Infernos", projeto capitaneado pelo meu querido amigo Bruno Brunelli, a partir de uma história psicografada por Nívio Domingues. Essa HQ conta a história das nove encarnações de Noite Escura, até que ele venha a se tornar a entidade Exu Veludo. A primeira parte foi escrita por Lula Carneiro e coube a mim continuar a saga, que ainda está em andamento.
Esse álbum, além de muito sangue, batalha e cenas de alta violência gore, tem uma particularidade interessante: as cenas que se passam no inferno ocorrem em sentido invertido, ou seja, de ponta cabeça e é preciso virar o álbum para continuar a leitura. Ideia original do Brunelli e que dá um sentido especial à obra.

treinadores-de-sentido.jpg
preview-elefanta.jpg

Publicação de minha dissertação de mestrado em antropologia social, o livro faz uma análise sobre as atividades motivacionais, principalmente palestras, jogos, treinamentos e seminários, mas do ponto de vista antropológico. Parte da pesquisa foi um trabalho de campo feito dentro desses seminários de fim de semana em hotéis, os chamados "Leader Trainings" e discute basicamente a maneira como as narrativas e performances desenvolvem um sentido, uma teleologia, para a vida de seus participantes.

Meu primeiro livro de contos, lançado pela Editora Fractal. Trata-se de uma reunião de contos, muitos elaborados entre os anos 90 e 2000, com elementos fantásticos que irrompem em situações cotidianas. Pode ser encontrado no catálogo da editora: http://www.fractaleditora.com.br/catalogo/

bacurau.jpg

Tive essa ideia assim que eu saí da sala de cinema após assistir "Bacurau". É realmente um cordel, com setilhas em redondilha maior e, como se trata de um trabalho com personagens dos quais não tenho direitos, encaro como arte de fã e não vendo: mando de brinde para quem adquie qualquer outro trabalho meu. A arte de capa é do grande André Oide: https://www.behance.net/oide

 
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram

©2019 por JORGE DE BARROS. Criado com Wix.com